sexta-feira, 16 de maio de 2008

Kiara parte 1- escrito por Camila Bernardini


Kiara era uma deusa pouco conhecida dos humanos, mas muito popular entre os seres místicos, já que ela é a deusa que tenta reinar a paz entre eles. Por se ruma bela mulher, com seus olhos azuis e seus cabelos de fios dourados encaracolados, e seu corpo que todos diziam ser terem sido esculpido por outros deuses, despertava a inveja em algumas bruxas, principalmente em Jade.
Jade depois de alguns planos para destruir Kiara, conseguiu por fim roubar seus poderes e o prendê-los dentro de um amuleto, o levando para os rochedos do Costão, uma pequena praia do litoral Paulista, que ficava em Peruíbe.
Depois de alguns dias pensando no que fazer, Kiara, decidiu chamar os quatro guardiões que guardavam seu templo e fazer uma reunião com eles, pedindo que fossem juntos buscar de volta o amuleto. Já que ela mesma sem seus poderes não poderia sair do forte do seu Templo que era construído por entre as montanhas do Guaraú.
O primeiro guardião a chegar foi Simona, um vampiro que quando estava preste a morrer nas mãos de Kiara, foi salvo e desde então a protegia todas noites, contra invasores de seu templo. Simona tinha uma estatura baixa, olhos verdes, e um sotaque meio estrangeiro de italiano. Embora fosse um vampiro era um pouco inseguro, sempre dizia que era mal, mas as pessoas que o viam o achava doce. Ainda tinha um espírito quase infantil, sempre brigando com o outro guardião Umberto.
Umberto foi o segundo a chegar, era um lobisomem, sempre sério, pensativo, não era de fazer muitas amizades e para ele quase todos não prestavam. Sua estatura também era baixa, moreno, cabelos compridos e olhos castanhos, quando estava na sua aparência de lobo, odiava que as pessoas o vissem. Era de difícil convivência, mas por ser apaixonado por Kiara, pediu a ela que tivesse uma proximidade maior e foi assim designado a ser guardião.
A terceira guardiã era uma encantadora bruxinha, Jasmine, seus cabelos longos pretos, seu rosto fino que tinha uma expressão séria. Era uma mulher conselheira de todas, muito sábia e inteligente, tinha a intuição apurada e vivia em sintonia com os outros três guardiões, com o tempo despertou a confiança e amizade, depois o amor de Thorn, a quarta guardiã.
Thorn foi à última a comparecer, era uma fada, sempre disposta a ajudar as pessoas que viessem ao seu socorro, ela que supervisionava os outros três guardiões, odiava as brigas entre Simona e Umberto, odiava brigas. Ela como toda fada tinha um temperamento instável, mas era sempre querida por onde passava.
Assim que os quatro já estavam reunidos, Kiara, contou a eles sobre a situação de seus poderem terem sido roubados e que estava os juntando para irem em busca do amuleto:
-Sem esse amuleto, seres místicos já começam a brigar entre si, para verem quem tem mais poder, e estão até interferindo na vida dos humanos. Sem meus poderes não posso sair do templo, por isso conto com vocês para irem buscar. E não esqueçam, embora vocês quatro tenham naturezas diferentes, não podem brigar, tem que estar unidos para conseguirem alcançar o objetivo e enfrentarem os obstáculos que virem pela frente.
Os quatro prometeram voltar com o amuleto, e que no dia seguinte partiriam em busca dele.

continua....

3 comentários:

Adriano Siqueira disse...

muito bom... gostei muito dos personagens da trama e acredito que dará uma otima sequëncia.
Parabens mesmo.

RAVENS HOUSE disse...

Hmmmmmmmmm...essa história vai dar o que falar...PARABÉNS!!!

Se precisar de ilustrações procure a Ravens House.

ABRAÇO.

Iam Godoy

Daniel blog disse...

Eu amei Muito bom parabéns...